MÊS DE MARÇO DE 2017

  • 16

    QUINTA | 19H30

  • 17

    SEXTA | 19H30

  • 18

    SÁBADO | 18H00

guitar
guitar

Casamento nÃO VEM PRONTO, SE CONSTRÓI

A família não vem pronta, acabada, maravilhosa e aconchegante. O rapaz não sai da casa dos pais pronto e maduro para assumir uma casa. Infelizmente, entre as esposas que se queixam de que a mãe de seu marido o mimou e não o treinou para ser solidário no lar, muitas acabam por cometer os mesmos erros com seus filhos e o resultado é que muitos homens casam-se longe do padrão ideal e almejado pela esposa. Marido não vem pronto.

Por mais treinada que esteja a moça para cuidar de uma casa ou para conseguir sustento no mercado de trabalho, preparação esta que se faz cada vez mais imperativa, a jovem esposa nunca está totalmente pronta para ser esposa, auxiliadora e mãe. Esposa não vem pronta.

O que dizer dos filhos? Certo estudioso conta que tinha cinco teorias infalíveis sobre paternidade, porém não tinha filhos; depois que teve cinco filhos, passou a não ter mais teoria alguma! Cada filho tem uma personalidade, um modo de ser e de reagir à vida. Mesmo gêmeos idênticos são muito diferentes entre si quando conhecidos de perto. Não há filhos iguais e tampouco é possível ter uma teoria única para cuidar deles. Filhos não vêm prontos.

O marido não vem pronto. A esposa não vem pronta. Os filhos não vêm prontos. A família não vem pronta, ela se constrói. Assim como em uma construção, os fundamentos da Palavra de Deus, da aliança, do companheirismo, da graça, da tolerância e da proteção são forjados em solo firme e profundo; as paredes são erguidas enquanto os dois se relacionam e compreendem seu lugar dentro do plano divino. Como tijolos bem presos com o cimento do amor, eles aprendem a arte da comunicação inteligente e descobrem como resolver suas diferenças de modo produtivo e edificante. O passo seguinte é a chegada dos filhos, que ampliam a construção como quartos coloridos e atrativos. A preparação destes cômodos precisa da flexibilidade e da firmeza de um amor disposto a servir.

Sogro e sogra, porém, já vêm prontos. O desafio é adaptar-se a eles: amar o pai do cônjuge e torná-lo seu pai, e amar a mãe do cônjuge como ama sua própria mãe. Digo sempre que quem despreza a sogra cospe no útero que gerou o amor da sua vida. Talvez os sogros nunca mudem, mesmo assim o casamento pode ser construído de maneira a abraçar estes queridos.

Jesus afirma que qualquer construção que for edificada sobre a rocha da obediência aos seus princípios sobreviverá às tempestades e ao transbordar dos rios e das circunstâncias deste mundo caído. Cabe ainda ao construtor assumir como compromisso: “Eu e minha casa serviremos ao Senhor”.

CONTATO

E-mail: contato@ministeriodecasaisadosasco.com.br
(11) 96696.1338

Endereço

Rua Alice Manholer Piteri, 307,
Osasco,
São Paulo

PRÉ INSCRIÇÃO
(Validar o mesmo na nossa Sede/Congregações - Representantes)